segunda-feira, 16 de julho de 2018

Meu melhor amigo

É melhor a crítica franca do que o amor sem franqueza.
"O amigo quer o nosso bem, mesmo quando nos fere; mas, quando um inimigo abraçar você, tome cuidado!"  Provérbios 27.5-6


Um dia dois amigos deram de cara com um urso. O primeiro se salvou escalando uma árvore, mas o outro, sabendo que não ia conseguir vencer sozinho o urso, se jogou no chão e fingiu-se de morto.
O urso se aproximou dele e começou a cheirar sua orelha, mas, convencido de que estava morto, foi embora.
O amigo começou a descer da árvore e perguntou: O que o urso estava cochichando em seu ouvido?
Ora, ele só me disse para pensar duas vezes antes de sair por aí viajando com gente que abandona os amigos na hora do perigo.            

Moral da história: A desgraça põe à prova a sinceridade e a amizade. 
(Fábula de Esopo).


Quem prefere as feridas de um amigo aos beijos de um inimigo?

Normalmente gostamos de ouvir palavras doces que “acalentam a alma”, mesmo sabendo que nem sempre são verdadeiras.

O verdadeiro amigo lhe deseja o bem, por isso, tem que falar a verdade e às vezes, dar um conselho que desagrade suas expectativas; mas você sabe que é para seu bem.
Um inimigo, ao contrário, pode sussurrar palavras doces e direcioná-lo para a ruína.
Jesus se coloca como o melhor amigo que qualquer pessoa pode ter e por dizer verdades duras, foi rejeitado, repudiado, mas por fim são palavras que promovem alívio e salvação para seus verdadeiros amigos.

Ninguém tem mais amor pelos seus amigos do que aquele que dá a sua vida por eles. João 15.13

A tendência é ouvir somente o que queremos, ainda que um “inimigo” esteja falando. Contudo, o conselho de um amigo é muito melhor, mesmo que seja o que não queiramos ouvir! Pois:
O amigo ama sempre e na desgraça ele se torna um irmão. Provérbios 17.17
Jesus o nosso melhor amigo.

Deus te abençoe

Pr. Luis Freitas

0 comentários:

Postar um comentário