sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Amor ou medo?

Hoje estive revendo a história do primeiro casal Adão e Eva, fiquei a pensar como foi o momento do encontro deles com o Senhor depois de terem pecado. A bíblia diz que eles tiveram medo, se esconderam e quando Deus o chamou: Adão, Adão... Onde você está? Porque estão escondidos? E eles responderam; estávamos com medo...
Assim a humanidade passou a ter medo, medo de Deus, medo dos outros, do futuro, da velhice, medo da morte e medo até de si mesmo.
No amor não há medo; o amor que é totalmente verdadeiro afasta o medo. Portanto, aquele que sente medo não tem no seu coração o amor totalmente verdadeiro, porque o medo mostra que existe castigo. 1 João 4.18.

Ter medo pode ser uma forma natural de preservar a vida, o medo nos impede de certas ousadias e aventuras que podem por a vida em perigo, então podemos dizer que o medo pode ser um sentimento de proteção ou pode ser ou se tornar um sentimento doentio.
O medo doentio nos impede de viver uma vida normal, destrói a autoestima, nos afasta de Deus e das pessoas.

Devemos sempre nos lembrar do amor de Deus. Sabemos que Ele nos ama perfeitamente;

Pois eu tenho a certeza de que nada pode nos separar do amor de Deus... Romanos 8.38.

Podemos ser livres dos nossos medos primeiramente enfocando o seu amor por nós.
O amor de Deus traz paz, retira o medo e dá confiança.
Não tenha medo, sinta o amor de Deus.

Deus te abençoe

Pr. Luis Freitas

0 comentários:

Postar um comentário