quinta-feira, 13 de julho de 2017

Ame ou pereça


Quem não ama não o conhece, pois Deus é amor. Foi assim que Deus mostrou o seu amor por nós: ele mandou o seu único Filho ao mundo para que pudéssemos ter vida por meio dele.Amigos, se foi assim que Deus nos amou, então nós devemos nos amar uns aos outros. Nunca ninguém viu Deus. Se nos amamos uns aos outros, Deus vive unido conosco, e o seu amor enche completamente o nosso coração. 1 João 4;8-9 e 11-12.

Certa vez uma médica comentou: “Ao passo que se desenvolvem equipamentos e recursos tecnológicos, teses científicas e grandes descobertas em drogas medicinais, as doenças avançam com velocidade que ninguém consegue acompanhá-las”.
A necessidade maior do mundo, atualmente, parece que não é de mais ciência, nem traquejo social, nem ensino, nem conhecimento, nem poder, nem sermões; o que realmente precisamos hoje é de amor. E o único meio de se obter o amor é pelo ato sobrenatural que Deus concede; não é um amor qualquer a toda hora. Quando amamos o nosso próximo, não estamos agindo com um amor natural; é Deus que está amando através de nós. Se você deseja este amor, clame ao Senhor e Ele lhe dará, pois Deus é amor e todos que tem ao Senhor têm também o amor.

"Sem amor, perdemos o desejo de viver. Desequilibra-se nossa vitalidade física e mental, diminui nossa resistência, e sucumbimos às enfermidades que se demonstram muitas vezes fatais. Talvez escapemos à morte real, mas o que resta é uma existência pobre e vazia, tão empobrecida de emoções que não podemos ser considerados senão semivivos. As alternativas são, em verdade, amar ou perecer" (Do livro de Smiley Blanton, "Love or Perish" [Ame ou Pereça]).

Senhor assim como me amas, ensina-me amar meu próximo.

Deus nos abençoe

Pr. Luis Freitas 

0 comentários:

Postar um comentário